segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

TATUAGENS PARA CEGOS

Tatuagem para cegos
(We walk by faith, not by sight)
Todo tatuado adora ficar admirando as artes que têm pelo corpo, os traços, as cores e os desenhos. Mas e se ele for cego? Klara Jirkowa encontrou a solução. Enquanto assistia a um curso sobre tecnologia corporal, a estudante da Universidade de Artes de Berlim desenvolveu uma tatuagem que pode ser palpada. E assim nasceu a Braile Tattoo. Esse tipo de tatuagem é feita por meio de relevos na pele formando palavras em Braille (a “escrita de pontinhos” utilizada pelos cegos).
O relevo pode ser feito a partir de três técnicas: implante, cicatriz e escarificação. O implante pode ser aço cirúrgico, titânio ou silicone. Este é implantado abaixo da derme, causando um relevo e formando as palavras. O melhor lugar para essa técnica são áreas carnudas, deixando-a invisível e perceptível apenas ao toque. O método da cicatriz já é bem diferente e pode não ter um resultado muito bom. Com uma máquina de tatuar sem tinta, o tatuador vai ferindo a pele para causar cicatrizes. O problema é que o tatuador pode acabar machucando a pele de maneira diferente, uma parte mais que a outra, e assim a cicatriz fica irregular, já que cada parte vai cicatrizar de um modo diferente. E o último método, a escarificação, é um processo onde a pele é retirada uniformemente. Quando a pele cicatriza, causa pequenas depressões na pele, dando o efeito Braille. A diferenças entre esse método e o da cicatrização é que ele fica mais regular, já que a pele é toda retirada na mesma medida.
Tatuagem para cegos
(Sun – técnica do implante)
Tatuagem para cegos
(Confianza – técnica de escarificação)
Há também quem faça uma braille tattoo mais conceitual. Esse tipo é para quem não é cego de verdade, mas quer homenagear alguém que é, assim a pessoa faz a tatuagem tradicional de agulha e tinta, mas tatuando palavras em Braille. Mas independente de como for feita, a Braille Tattoo deve ser realizada por um bom profissional, por causar riscos, como rejeição ao implante e inflamação.
Mas será que a Braille Tattoo faz sucesso? De acordo com o jonal “The New York Times”, não há como ter certeza, porque apenas 10% das pessoas com deficiência visual leem Braile, por isso a ideia é tão interessante mas não tem tantos adeptos. Com esse tipo de tatuagem, é possível ver que a arte não tem preconceito e está sempre disposta a romper barreiras para que todos possam compartilhá-la e senti-la.
Tatuagem para cegos
(Trechos da música Trapeze Swinger do cantor Iron & Wine. É uma homenagem tatuada para seu irmão Aaron, que é cego – técnica de tatuagem tradicional com tinta preta e branca)
Tatuagem para cegos
(Ouch – técnica de escarificação)
Tatuagem para cegos
(Love)
Tatuagem para cegos
(Express)