segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

RICH PINEDA

Rich Pineda
Rich Pineda é um artista que merece atenção, pois o seu estilo de trabalho é marcante e incrível. Para os apaixonados por tatuagens realistas coloridas, podem marcar o nome deste tatuador. Conheçam um pouco mais sobre ele em uma entrevista exclusiva que ele concedeu ao Tattoo Tatuagem!
Nascido na Cidade do México, no México, em 1973, ele morou na região até os 8 anos, quando mudou-se para os Estados Unidos. Ele foi para escola de arte por um curto período e depois começou a fazer outros trabalhos ligados à arte, como pinturas faux painting, um tipo de pintura que imita a textura de outros materiais (como mármore), gravações em madeira, pinturas personalizadas em carros, capacetes e até criação de móveis sob medida. “Enquanto eu curtia essas coisas, meu coração não estava realmente ali, como está na indústria da tatuagem”, diz o tatuador.
Tattoo Tatuagem: Rich, quando você começou a ter interesse por tatuagem? Você pode nos contar um pouco de sua experiência?
Rich Pineda: Eu fui tatuado pela primeira vez quando tinha 16 anos, na garagem de um amigo, numa época em que isso não era muito popular. Digamos que minha mãe não ficou muito chocada quando viu minha tattoo, mas eu fui fisgado depois daquilo e nunca olhei para trás desde então.
Tattoo Tatuagem: Quando e como você desenvolveu o método com que você trabalha e que representa um pouco de sua ideologia e cultura nos desenhos?
Rich Pineda: Eu sempre fui atraído pelo realismo. Quando criança, era o que eu desenhava sempre, retratos e caveiras.
Rich Pineda
Tattoo Tatuagem: Qual foi a sensação de começar a fazer tatuagens? Foi fácil trabalhar com seus primeiros clientes?
Rich Pineda: Quando comecei a tatuar, foi um sentimento maravilhoso! Ser tatuado por metade da minha vida é uma coisa, mas ser capaz de colocar tatuagens em outras pessoas é uma experiência completamente diferente. Eu tenho muita sorte de fazer parte deste universo incrível. Eu sempre fui tranquilo e fácil de lidar, então trabalhar com clientes nunca foi um problema, mesmo no início. Eu amo trabalhar com clientes em projetos customizados, desenvolvê-los é parte da diversão. Quando um cliente me dá liberdade criativa ele certamente terá o melhor de mim!
Tattoo Tatuagem: Falando sobre o desenvolvimento de suas habilidades: você já teve um professor ou conselheiro para ensinar-lhe coisas que você sabe hoje?
Rich Pineda: Da forma como a arte é, é algo que eu sempre amei e persegui desde que era jovem, num sentido de se poder dizer que sou autodidata no que diz respeito à arte. Jeff Cooper, um amigo e companheiro tatuador, iniciou-me no mundo da tatuagem e sou eternamente grato por isso. Mas, em termos de desenvolvimento, Franco Vescovi e Lexi Vaatete tiveram um papel importante, ajudando-me a desenvolver meu estilo e habilidade. Eles me ajudaram imensamente e vêm sendo uma verdadeira inspiração. Meu amigo Todd Townsend foi um dos que me fizeram me apaixonar pela forma da arte. Ele fez várias das minhas primeiras tatuagens que eu tenho até hoje.
Rich Pineda
Tattoo Tatuagem: O que você acha do mundo atual da tatuagem?
Rich Pineda: As tatuagens são definitivamente mais aceitáveis agora do que há 10 anos. Eu fico muito feliz de ter me tornado parcialmente responsável por isso quando comecei. Eu fui aceito nessa indústria com braços abertos e pude conhecer pessoas maravilhosas. Tem sido uma ótima experiência.
Tattoo Tatuagem: Quais são as suas referências? Você costuma estudar, ler livros ou busca conteúdo na internet?
Rich Pineda: Sendo um artista de realismo, eu uso fotografias como referência. É a melhor forma de se obter um trabalho realista. A maioria das minhas referências vem da internet ou de livros. Há ótimas imagens por aí hoje em dia, e é fácil encontrar o que você procura com apenas um clique.
Tattoo Tatuagem: Além da tatuagem, você tem outro trabalho?
Rich Pineda: Eu gosto de pintar, sempre gostei, mas foi só recentemente que peguei em meus pincéis novamente. Tem sido uma ótima forma de me acalmar após um dia fazendo tatuagens e eu venho curtindo isso, é bem relaxante.
Rich PinedaRich PinedaRich PinedaRich PinedaRich PinedaRich PinedaRich PinedaRich PinedaRich PinedaRich PinedaRich PinedaRich PinedaRich PinedaRich PinedaRich PinedaRich PinedaRich PinedaRich PinedaRich PinedaRich Pineda