segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

IVAN HERRERA

Ivan Herrera
Ivan Herrera é um tatuador que conheci em um evento de tatuagem, batemos papo por algumas horas e posso afirmar que ele é uma pessoa que tem bagagem, ensina quem quer aprender, porém, tem uma forte personalidade e traz isto também para as suas tatuagens no estilo tradicional.
Nascido e criado no ABC paulista, mais exato em Santo André, Ivan veio de uma infância difícil, por ser de uma família humilde e que no início não apoiava o seu interesse por tatuagem. Por outro lado, esta sua criação deu origem a um profissional que foi atrás das suas vontades e hoje está onde está.
Tattoo Tatuagem: Quando surgiu o interesse pela ilustração?
Ivan: Acho q como todos q tatuam ou em sua grande maioria, comecei a desenhar pequeno, com alguma dificuldade, pois não havia incentivos familiar, tempos difíceis, por não ter grana pra comprar material de desenho bom, desenhava com o q tinha, que era como dava pra se virar.
Tattoo Tatuagem: A tatuagem foi consequência deste interesse ou você sempre teve intenção em ser tatuador?
Ivan: Gostar sempre gostei, mas como sou de família evangélica, meus pais eram contra, e vendo um amigo q não desenhava absolutamente nada, só reproduzia desenhos, e o loco estava tatuando, pensei… Se ele não desenha nada e está tatuando, eu posso também! (claro que a vontade já existia)
Tattoo Tatuagem: Você pode nos contar o início da sua carreira?
Eu comecei talvez da pior maneira que existe, fui em uma loja de material, comprei agulhas, maquinas (de péssima qualidade), algumas tintas e como qualquer outro, sem nenhuma instrução. Procurei alguns amigos e me ofereci pra tatuar, experimentei em laranjas, pele de porco e etc….
Ivan: Algumas pessoas (amigos próximos) que gentilmente cederam um pedacinho de seu corpo, basicamente foi isto. Depois fui conhecendo tatuadores que viram meus desenhos e acreditaram no meu potencial, agora estou eu onde estou.
Tattoo Tatuagem: Quais foram as melhores experiências que você teve em seu trajeto?
Ivan: Viajar sempre é bom, é uma maneira de você sentir-se vivo entende? Principalmente quando  tem em comum a tatuagem com outras pessoas que realmente levam isto como um estilo de vida. Esta troca de experiência faz de você não só um tatuador melhor, mas sim um ser humano melhor, você aprende com tudo que acontece, o tempo todo.
Tattoo Tatuagem: Existe uma preferência em estilo de tatuagem que você tem?
Ivan: Eu sou muito influenciado por tatuagens clássicas ou tradicionais, aqui conhecido como old school, pertenço a uma nova geração, de poucos, que levam tattoo a sério, q vivem da tattoo e pra tattoo. E claro q se eu pudesse somente tatuaria temas clássicos, ou até mesmo tatuagem tradicional japonesa, pois acredito que a beleza das coisas estão na simplicidade, e o que este dois temas tem em comum é exatamente isto, são complexos pra se fazer, mas ao mesmo tempo são simples e com certeza irão durar uma eternidade na pela da pessoa.
Ivan Herrera
Tattoo Tatuagem: Quais foram os primeiros passos para o aprendizado, houve muita dificuldade de acesso à informação?
Ivan: Isto com certeza! Hoje em dia qualquer zelão ai, compra uma maquina na internet ou em algumas lojas da galeria do rock, bate no peito e diz que é tatuador! Eu peguei o final de uma era, aonde a tattoo era pra poucos, pra alguém conseguir o mínimo de informação, o cara tinha que fazer por merecer e provar que aquilo era tua vida, não com desenhos bonitos, pois hoje eé tudo muito mais fácil de conseguir, mas sim com atitude, com respeito aos tatuadores da velha escola, e principalmente com dignidade.
Tattoo Tatuagem: Como você realiza a criação das tatuagens para os clientes?
Ivan: Basicamente, costumo trabalhar com a ideia, ou algum tema quando o cliente venha me dar, procuro sempre fugir de coisas que tragam da internet, como por exemplo o Google, porque ele será somente mais UM a carregar no corpo aquilo que zilhões de pessoas tem acesso.
Tattoo Tatuagem: Você tem algum outro interesse, diferente de tatuagem?
Ivan: Por eu não ter tido equipamento bom quando eu comecei, isto me despertou o interesse pela parte mecânica da coisa, as famosas máquinas de tatuagem. Hoje em dia construo algumas máquinas, ou compro de tatuadores aos quais são gabaritados para tal. De quebra aumento minha coleção particular de máquinas, q não são muitas, mas são todas muito boas.
Ivan Herrera
Tattoo Tatuagem: Quais são as inspirações para o seu dia-a-dia?
Ivan: Procuro me inspirar em tudo a minha volta, desde o canto de um pássaro, até mesmo música, livros de arte em geral, não somente livros sobre tattoo, mas sim de tudo  que eu possa tirar um proveito e colocar isto em pratica nos meus trabalhos.
Tattoo Tatuagem: Para finalizar a entrevista Ivan, quer dar algum recado?
Ivan: Cara, hoje em dia o que mais se vê são cópias de cópias, posso te afirmar que uma grande massa da cena da tatuagem no Brasil, vive somente de fazer copias. O mais impressionante é este bando de filho da p* bater no peito dizendo que cria ou esta criando algo novo, desrespeitando aqueles que fizeram algo no passado, sem dar os devidos créditos pra quem já o fez.
O que tenho visto de poucos é o devido reconhecimento, onde o cara refaz o desenho e juntamente com ele posta a seguinte palavra “releitura”! Sim, releitura, e acho digno do mesmo… sem contar que hoje, o acesso a informação esta cada vez mais fácil, porque você com um smartphone na mão e um 3G, você consegue qualquer coisa em qualquer lugar.
É difícil ver tatuadores aqui no Brasil, se preocuparem em comprar um livro e estudar, sendo que este *** sai caçando e rebatendo vegetal na tela do notebook e auto afirmando que ele criou algo. Desculpe a expressão, criou o cara***! Basicamente isto, a tatuagem no país virou sinônimo de status, aquele que copia mais bonitinho, se destaque e tem a agenda cheia não importando o estilo ou segmento que ele adote pra seguir!
Ivan HerreraIvan HerreraIvan HerreraIvan HerreraIvan HerreraIvan HerreraIvan Herrera