sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Australiano enganado por amigos tem pênis tatuado nas costas

O homem foi convencido por amigos a tatuar outras imagens durante uma conversa de bar. O tatuador foi condenado a um ano de prisão

Um homem de 23 anos foi vítima de uma brincadeira de mau gosto de dois amigos na Austrália: ele concordou em ser tatuado nas costas durante uma conversa de bar e, supostamente, tatuaria um dragão, um tigre e um símbolo japonês. Porém, teve o desenho de um pênis de 40 centímetros tatuado no corpo, segundo informações do jornal Daily Mail. Os dois amigos convenceram a vítima, dizendo que uma mulher teria relações sexuais com ele se fizesse as tatuagens. Tatuagem indesejada foi coberta por outros desenhos Foto: Reprodução Tatuagem indesejada foi coberta por outros desenhos Foto: Reprodução Os amigos da vítima eram o tatuador, Christopher Lord, 23 anos, e seu assistente, Matthew Francis Brady, 24 anos. Lord foi condenado a um ano de prisão pela Corte do Distrito de Ipswich, depois de ser declarado culpado por danos corporais e agressão. A vítima contou que, assim que começou a fazer a tatuagem, pediu para que Lord parasse “porque doía demais”. Mas, o tatuador insistiu e disse que logo terminaria. O juiz entendeu que houve abuso da vulnerabilidade da vítima. A tatuagem indesejada foi coberta com outros desenhos.