terça-feira, 28 de janeiro de 2014

HISTÓRIA DA TATUAGEM




A tatuagem é o resultado de um depósito de pigmentos 

coloridos  (ou não) insolúveis na pele. Esses 

pigmentos formam um desenho permanecem definitivamente na 

camada sub-cutânea. Esses 

pigmentos são introduzidos com o uso de agulhas especiais 

na segunda camada do tecido epitelial (pele),

na região da derme. A tatuagem surgiu como forma de expressão 

da 

personalidade há mais 

de 3500 anos atrás. Além disso, ela era utilizada para 

distinguir indivíduos de uma mesma comunidade 

tribal, ou seja, dentro de uma união de pessoas com as mesmas 

características sociais e 

religiosas. Segundo 

o jornalista João do Rio: “primeiro homem, ao perder o pêlo, 

descobriu a tatuagem“. Outra forma de uso 

da tatuagem era para marcar os fatos da vida biológica, dentre eles 

nascimento, a puberdade, a 

reprodução e a morte. Com o tempo ela passou a ser utilizada p

ara relatar os fatos da vida social, como: 

transformar-se em guerreiro; tornar-se sacerdote; tornar-

se rei; casar-se; celebrar a vida; identificar os 

prisioneiros; pedir proteção ao imponderável; garantir a vida do

 espírito durante e depois do corpo.