quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

PROJETO IMARGINAL DE TATUAGEM

Projeto Imarginal | Tatuagem
Imarginal é um projeto que surgiu em 2011, onde Raone Ferreira e Fernando Moraes começaram a desenhar, criando grandes quadros. O trabalho é estritamente colaborativo permitindo a inserção de ideias de ambos os fundadores, o principal foco do trabalho sempre foi os grandes quadros. O projeto foi sendo explorado para novas áreas nos outros anos, partindo para desenhos em paredes, ilustrações para bandas e oficinas sobre o desenho colaborativo. O Imarginal já saiu na Zupi e também no site This is Colossal.
Em 2013, o projeto tomou uma maior tamanho, chegando ao universo da tatuagem, sendo a última que o projeto Imarginal explorou e ultimamente vem amadurecendo e tornando-se um trabalho único. Abaixo você acompanha uma entrevista exclusiva.
Quem são as pessoas por trás do Imarginal?
Raone Ferreira, 28, baterista da banda de hardcore Revolta Civil que está com as atividades paradas atualmente, estudante de Design Gráfico, e desenhista desde criança e Fernando Moraes, 23,  músico que parou com todas as atividades para se focar ao estudo dos desenhos, e a execução dos trabalhos do Imarginal, ele é formado em Design Gráfico O Duo é recifense.
O que inspira vocês a terem criado o projeto?
O projeto não foi idealizado, mas surgiu de uma decisão de desenharem sobre o mesmo papel e da similaridade do traço de ambos, e a junção de todas as influências e a adequação de estilos para o trabalho. As influências são diversas, o hardcore, o punk, arte primitiva, e o preto e branco. O desenho colaborativo é a base dos nossos desenhos, criamos sobre a mesma plataforma seja papel ou tatuagem, e mesclamos o nosso traço nos nossos trabalhos. O projeto consiste em desenhos em: paredes, madeiras, papel e peles…
Tatuagem projeto Imarginal
Por que decidiram tatuar as imagens?
Um dia perdemos o medo de tatuar, compramos todo o equipamentos necessários, e começamos a tatuar, atualmente estamos com um estúdio no centro de Recife, e ainda testando toda a possibilidade que a tatuagem trás para os nossos desenhos.
A decisão principal foi porque sempre gostamos muito de tatuagens, e queríamos tatuagens no estilo do Imarginal, e não tinha quem as fizesse em Recife. Durante muito tempo cogitamos que deveríamos tatuar, então quando começamos sempre reproduzimos o que desenhamos no papel para a pele. Como no papel, na tatuagem não é diferente, tatuamos colaborativamente, cada uma faz uma parte da tatuagem. Desde o início do Imarginal, muitos amigos e pessoas que foram conhecendo pediam pra desenharmos desenhos para elas tatuarem com outras pessoas, fizemos alguns e decidimos mediante a isto também, tatuarmos nos mesmos os desenhos.
Vocês já se imaginaram tatuando antes ?
Sim, porém esperamos ter mais experiência no nosso trabalho no papel, para então começarmos a tatuar, tivemos um pouco de receio por ser um passo maior. Nos adaptamos muito bem, e continuamos a fazer nossos trabalhos em diversas plataformas e a dividir nosso tempo como tatuadores e desenhistas.
Tatuagem projeto Imarginal
Como foi o contato com a tatuagem?
Tinhamos alguns amigos tatuadores, e eles nos encorajavam a tentar, um amigo falava pra nós que seria bastante interessante conseguir reproduzir o nosso estilo do papel na pele. Este amigo trabalha conosco, temos um estúdio juntos. Paulo Victor conhecido com Skaze é grafiteiro e tatuador, e fez o seu caminho, nos influenciando bastante a iniciar, e colocar o nosso estilo na pele, o trabalho dele tem como base o estilo dele também, ele usa basicamente aquarelas nas obras dele, e é muito bom em passar o desenho do papel para a pele.
Um outro amigo chamado de Junior Eu, grande grafiteiro e tatuador recifense foi que nos cedeu o seu estúdio para começarmos os nossos trabalhos, que nos deu vários toques de assepsia, esterelização do local, e do uso da máquina.
As tatuagens são feitas por encomenda, ou de desenhos prontos ?
Os dois, as vezes criamos alguns desenhos que as pessoas se identificam e querem tatuar, por vezes encomendam as tatuagens que gostariam, ficamos satisfeitos das duas maneiras, do desafio de criar algo a partir de uma ideia básica, e também da aceitação dos nossos desenhos e da confiança que as pessoas tem quando passamos pra pele delas.

Tatuagem projeto ImarginalTatuagem projeto Imarginal
Acompanhe o Imarginais no FacebookInstagram e Twitter.