quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

OS PERIGOS DA TATUAGEM DE HENNA


Dermatologistas avisam que muitas pessoas pensam que, pelo fato de a tatuagem de henna ser temporária, ela não oferece risco para a saúde. Mas existem compostos químicos que podem desencadear alergias e deixar cicatrizes definitivas na pele em pessoas sensíveis ao contato com esses componentes.
No Brasil, a tatuagem de henna é muito utilizada entre os adolescentes, além de adultos que optam por esse estilo antes de fazer a definitiva, principalmente no verão.  Mas nem tudo é o que parece. Diversas substâncias são adicionadas ao produto, fazendo com que sua composição seja alterada:  “Quando se adicionam substâncias químicas, como corantes – a exemplo da parafenilenodiamina, que é usada para tornar a secagem mais rápida, dar coloração mais intensa e melhorar a definição do desenho –, aumenta-se o risco de sensibilizações alérgicas (dermatites de contato)”, afirma a pediatra e alergista Fátima Rodrigues Fernandes em entrevista à Revista Viva Saúde.
Um garoto britânico de apenas 4 anos ficou com uma cicatriz devido a uma queimadura causada pela alergia a henna. Apesar da medicação antibiótica, nada poderia ser feito quanto à cicatriz, que ficaria definitivamente. Se houver má cicatrização no local, poderá haver a formação de queloides, que estendem a área da queimadura, endurecem a pele e causam dores, além de serem irreversíveis. (Você pode ver uma imagem de uma situação dessas neste link – não colocamos a foto diretamente na publicação em respeito aos leitores que não gostam de ver imagens fortes.)
Sintomas:
Vermelhidão, coceira, inflamação, formação de bolhas e descamações são alguns dos sinais do mau uso das tatuagens de henna. E já que é mais comum no verão, esse tipo de tatuagem pode dar reação cruzada com protetores solares. E a lesão, por ser mais profunda, pode pigmentar a pele e deixar cicatrizes. A situação se agrava ainda mais se a exposição solar continuar. Nesses casos, recomenda-se interromper o uso da substância e utilizar medicamentos antialérgicos, cremes ou pomadas.  Antibióticos também podem ser receitados na ocorrência de infecções secundárias. (Você pode ver mais duas imagens nestes link e também neste.)
A henna natural não possui coloração preta, mas sim tons de marrom escuro, que vão sumindo da pele em aproximadamente duas semanas. Isso desde que os produtos utilizados sejam de qualidade. Para isso, recomenda-se que a tatuagem seja feita em um estúdio de sua confiança, cujo selo de aprovação da Vigilância Sanitária deve estar em dia. E fique atento: antes de aplicar qualquer produto químico no organismo, é necessário verificar se já houve alguma sensibilização anterior. Afinal, as pessoas alérgicas são mais propensas a estes problemas