quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Impressora que Tatua ?

Sem inspiração para escolher sua próxima tatuagem? Seus problemas terminaram. Um americano criou uma máquina que faz tatuagens automáticas. Detalhe: o usuário não tem como escolher qual símbolo será marcado na própria pele.
O autor da ideia é o californiano Chris Eckert, um artista que vive em San Jose. A engenhoca, construídaem 2010, foi batizada de Auto Ink e mistura tatuagem com religião. Uma vez acionado o dispositivo, a máquina atribui com combinação matemática aleatória uma religião ao usuário.
Após isso, a Auto Ink tatua símbolo relativo a uma religião, que pode ser uma cruz, uma estrela de Davi, um crescente… “O operador não tem controle sobre o símbolo atribuído. Ele é escolhido aleatoriamente ou através da intervenção divina, de acordo com suas crenças pessoais”.
O conceito da obra feita por Chris Ecket é justamente da crítica ao preconceito religioso. Segundo interpretação do artista no seu site, no sentido pessoal, a religião é alto que une as pessoas, mas a face pública revela exclusão entre um e outros de acordo com cada crença.
A partir do momento que uma máquina é capaz de designar um símbolo de uma religião qualquer, por vezes a uma pessoa que não a pratique, não existe sentido em agir com truculência com o outro apenas pela sua aparência.
Eckert já é expert em fazer máquinas malucas. Além da Auto Ink, também criou a “To Do”, engenhoca que faz anotações automáticas do que fazer no dia. Outra invenção é a “Rosary”, que reza automaticamente para o usuário.